“Igelkottens elegans”

May 22, 2017

Lido para o meu círculo de livros. Não gostei. Tentei, tentei mesmo, mas não gostei. O título, que pode ser traduzido como “A elegância do porco-espinho”, diz respeito à concièrge de um prédio de luxo em Paris, Renèe, que é inteligentíssima, lê filosofia etc, mas que esconde isso numa tentativa de viver em paz. Paralelamente lemos a voz de Paloma, uma menina de 11 anos, também inteligentíssima, muito sozinha e que decidiu que vai se matar antes de completar 12 anos. Quando um morador japonês se muda para um dos apartamentos do prédio, a vida das duas se entrelaca. Mas o livro é fraquíssimo. Inúmeras páginas são gastas em uma espécie de dissertacão filosófica chatíssima, sem contato com o texto em si. Ambas as vozes, de Renée (uma senhora com quase 60 anos) e Paloma (uma menina de 11) são parecidas; parece que faltou à autora, a francesa Muriel Barbery, talento para dar às duas personagens centrais da história vozes distintas. Li até o final, e fiquei muito decepcionada. Mas não é um dos piores livros que li, por isso ganha um coracão inteiro.

Lido em sueco.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: