O livro, organizado por Astrid Palm, é sobre psicoterapia cognitiva, aqui na Suécia chamada KBT, Kognitiv Beteende Terapi. Os autores explicam de forma simples como a terapia cognitiva funciona, a concentracão nos pensamentos que provocam emocões que por sua vez influenciam comportamentos disfuncionais. Acabei de acabar um tratamento KBT e estou estusiasmada com os resultados. Recomendo pra quem está na Suécia (ou lê sueco) e se interessa por psicologia.

Lido em sueco.

Advertisements

Janet Frame deixou ordens expressas para que esse livro só fosse publicado depois de sua morte. Dito e feito. Ela achava que era uma narrativa muito íntima e por isso näo queria estar aqui pra ver as reacões. O livro, escrito em 1963, é intenso, cheio de angústia da timidíssima Janet, que no livro ganha o nome Grace Cleave. Se não tivesse lido os três livros da autobiografia dela e não soubesse que exatamente nessa época ela estava deprimidíssima, morando sozinha em Londres e tentando reencontrar sua identidade de não-doente mental, não entenderia nada. Mas como eu li e gostei (amei!), adorei esse aqui. A história é a audácia da timidíssima Grace Cleave em aceitar a um convite para passar o final de semana na casa de conhecidos. Ah, a angústia da socializacão! Sou fã de Janet Frame. Fã!

Lido em inglês