"Män som hatar kvinnor"

August 18, 2006

Livro do jornalista e escritor sueco Stieg Larsson, que morreu antes de ver essa obra publicada (acho que por câncer). Esse é, aliás, o primeiro livro de uma trilogia de romances criminais que está estourando a boca do balão lá na Suécia e em alguns países europeus, como Alemanha, que gosta que se enrosca da literatura policial sueca. A história é enrolada, porém bem contada. Uma mulher morreu/desapareceu e o jornalista Mikael Blomkvist é contratado para tentar descobrir o que aconteceu com ela. À procura junta-se Lisbeth Salander, uma menina desajustada e inteligentíssima — pra mim a melhor personagem e, de longe, quem deveria ser a protagonista única. A partir daí muita coisa acontece, algumas apavorantes. Se você lê sueco, leia esse livro. Muito bom mesmo.

Lido em sueco.

"The Brocker"

August 6, 2006

Dessa vez eu me decepcionei com o meu querido John Grisham. Esse “The Brocker” é chatíssimo. O protagonista, como de costume, é um advogado que por circunstâncias pessimamente contadas no enredo, precisa fugir do país. Aí vai viver escondido na Europa, mas precisamente na Itália. Aí, parece que Grisham se empolgou em escrever um livro que não se passasse no sul americano e começou a contar das suas experiências de turista em Bologna. No meio da história, ele fez então um verdadeiro guia de viajens sobre a cidade italiana. Um saco. Vou dar um coraçãozinho porque eu sou grata aos momentos passados de deleite que o autor me deu. Mas esse aqui está mesmo abaixo da crítica.

Lido em inglês.