“Payment In Blood”

December 30, 2009

Não me agüentei e li o segundo da série que tem como protagonistas Thomas Linley e Barbara Havers, de Elisabeth George. Como o primeiro, o enredo é intrincado, os suspeitos muitos e você fica, até o final, sem saber quem é o assassino. O livro seria excelente se o desfecho não fosse meio meia-bomba. Nesse livro Linley se descobre apaixonado, ao mesmo tempo em que a escritora de uma peça e um rapaz de 16 anos são mortos num castelo/hotel. Toda a trupe de teatro é suspeita. Só falta chegar à conslusão que o culpado foi o mordomo, com o martelo na biblioteca. Hoho.

Lido em inglês.

“Under My Skin”

December 19, 2009

Já queria ler essa autobiografia de Doris Lessing (DL) desde que redescobri os livros dela, depois do prêmio Nobel. Essa é a primeira parte e vai até 1949. Gostei muito… só que uma coisa me espantou. É quase que exatamente a repetição da série Children av Violence, que tem como protagonista Martha Quest. A história de Martha Quest, por sua vez, começou com “The Grass i Singing”, o primeiro livro de DL (leia aqui). Durante a autobiografia inteira DL pensa como a vida dela, dos pais dela e dos amigos dela seria diferente caso a primeira guerra mundial e, logo depois, a segunda guerra mundial, não tivessem acontecido. Ela escreve também sobre o fato que eu particularmente acho o mais estranho e, claro, fascinante: ela ter se separado do primeiro marido e ter deixado seus dois filhos pequenos. Pra logo depois se casar e ter mais um filho. Isso eu ainda não consegui entender. Gostei de quase tudo. As partes essencialmente políticas me cansaram, então pulei.

Lido em inglês.

“A Great Deliverance”

December 2, 2009

O que é melhor do que um bom livro, daqueles que você não consegue largar, quando se está doente, de molho, em casa? Pois é, “A Great Deliverance” é o primeiro livro de Elizabeth George, criadora da série protagonizada pelo inspetor da Scotland Yard Thomas Lynley e a detetive Barbara Havers. ADOREI! Olha só que engraçado: já tinha lido um com o par Lynley-Havers, “A Traitor to Memory” em 2003 e… não gostei! Vou reler, vou reler! O enredo desse daqui? Um homem respeitadíssimo, religioso, aparece decapitado. Who’s done it?

Lido em inglês.