“Konsten att vara kvinna”

September 26, 2012

Caitlin Moran é uma jornalista inglesa. Eu nunca tinha ouvido falar dela, mas ela é evidentemente conhecidíssima na ilha da rainha. Comprei porque li uma resenha positiva no meu jornal e fiquei curiosa. No livro, cujo título original é “How to be a woman”, Moran conta como ela mesma se transformou numa mulher – sim, porque segundo ela não nascemos mulheres, nos tornamos mulheres com o tempo – desde seu aniversário de 13 anos até os dias atuais. Ela conta sobre sua infância e adolescência, os irmãos (muitos) e todas as besteiras que ela fez quando estava crescendo, inclusive beber demais, tomar drogas demais e se dar valor apenas baseada em quantos homens que queriam transar com ela. O livro é engraçadinho, tem algumas tiradas bacanas, mas é bem superficial. Se bem que, era isso mesmo que eu esperava: um livro feminista engraçado, sem compromissos com as teorias atuais de igualdade dos sexos, franco. E isso o livro é. Por tanto, ganha uma nota boa.

Lido em sueco.

Advertisements