Segundo livro do jornalista americano Gary Taubes que leio. Ele escreve e pesquisa sobre endocrinologia, principalmente no que diz respeito ao que nos faz gordos. A teoria dele – baseada em estudos avançados em medicina – é que gordura não é o resultado de quem come demais e não se exercita o suficiente. Gordura é causada quando uma pessoa se alimenta quase que exclusivamente com carboidratos (pão, massa, batatas e açúcares). O livro é bom, completo. O primeiro livro de Gary Taubes que li foi complicadíssimo. Esse não é simples, mas é bem mais fácil de ler do que o primeiro. Vale a pena pra quem quer entender o que nos faz gordos. Eu já compreendi.

Lido em inglês.

O segundo livro de Ann Heberlein que leio. O primeiro, “Jag vill inte dö, jag vill bara inte leva”, foi fortíssimo, escrito quando Ann Heberlein estava deprimida por conta de sua doença bipolar. Ela é escritora, professora de ética e teologia na universidade de Lund (uma das mais importantes da Suécia) e também escreve muito no meu jornal. O título é “Um pequeno livro sobre maldade”. Ann Heberlein analisa a maldade por todos os pontos de vista numa série de ensaios. A argumentação perfeita, a linha de pensamento cristalina. Existem monstros? Ou somos todos capazes das maiores malvadezas se a situação assim se apresentar? (Pulei só um capítulo: sobre a criança má.)

Lido em sueco.