“Svinalängorna”

January 2, 2007

O livro de Susanna Alakoski ganhou o maior prêmio sueco depois do Nobel, o chamado Augustpriset. Geralmente os livros que ganham esse prêmio são mais comerciais, isto é, não são muito eruditos, ao contrário do Nobel. Mas isso não quer dizer que os livros premiados com o Augustpriset sejam ruins ou fáceis. Muito pelo contrário. Esse livro é delicado e brutal, muito bem escrito e muito triste. Conta a história de Leena e sua família, que emigraram nos anos 60-70 da Finlândia para a Suécia. Muito tocante como a evolução do vício dos pais alcoolistas influencia Leena e os irmãos, como a vida dela se forma à decadência, à insegurança, à falta de cuidado. Muito triste mesmo. Triste e real. Infelizmente. Muito bom livro. Mas leitura pesada. Presente de natal da minha sogra, Vera.

Lido em sueco.