“En halv gul sol”

December 31, 2013

Um dos livros mais fortes que li nos últimos anos. Impactante. A escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie escreve um romance sobre uma família durante a guerra civil nigeriana, quando o estado de Biafra nasceu e, logo depois, morreu. Daí o nome do livro, "A metade de um sol amarelo" ou coisa que o valha – que diz respeito à bandeira de Biafra. Fiquei impressionadíssima com a história, o drama! Me lembrei de Gabriel Garcia Marques. Essa escritora é fenomenal. Difícil fazer uma resenha de um livro que você adora. Recomendo muito.

Lido em sueco.

Mais um do meu queridinho Jonas Hassen Khemiri. Esse ele escreveu logo depois do atentado em que uma pessoa de origem estrangeira morreu quando tentou explodir uma bomba no centro de Estocolmo. O título pode ser traduzido como “Eu ligo para os meus irmãos”. Nesse pequeno livro JHK escreve a partir do protagonista, Amor, um rapaz nascido em Estocolmo de pais não-suecos. O livro fala do medo-paranóia de ser um nativo e não parecer nativo. Da desconfiança alheia automática, baseada apenas pelas aparências. Impactante.

Lido em sueco.