“Vitlöksballaderna”

January 16, 2013

Ganhei esse do escritor chinês Mo Yan, premiado com o Nobel de literatura desse ano, do meu urso de presente de natal. O título seria mais ou menos “As baladas do alho”. Confesso que o livro não estava na minha lista de preferidos; tinha me decidido a não ler Mo Yan. Isso por conta das recensões que li sobre a obra dele (a maioria positiva, mas não gostei de como a prosa dele era descrita) e também meio porque achei a escolha da academia sueca desse ano meio fraca (principalmente do ponto de vista político, já que nunca havia lido o autor). Mas, não é que gostei? Achei interessante como ele descreve a China profunda, a pobreza, como o governo é completamente corrupto e acaba causando desespero e morte em seus cidadãos. Lá pelo meio do livro, pensei: A China não é uma ditadura? Como é que deixaram o cara publicar esse livro e ainda o consideram uma celebridade nacional (mesmo antes do Nobel)? Leia! É muito bom.

Lido em sueco.

Advertisements