"O Alquimista"

August 27, 1990

O primeiro e único livro do Paulo Coelho que li. Quando o fiz, logo depois de ele ser lançado (anos 80?), achei muito interessante e gostei da coisa do “universo conspira” para que você faça algo decisivo na sua vida. Tando gostei como me lembro disso até hoje. O resto da história eu esqueci, como se faz com os livros do Paulo Coelho. Tento não ser preconceituosa com relação à obra do escritor, que aliás faz o maior sucesso aqui na Suécia também, mas não tenho muito sucesso. A razão, talvez, é porque realmente não gosto de como ele escreve ou de suas idéias.

Lido em português.

Uma coletânea com poemas de Fernando Pessoa. Presente da mamãe. O que dizer?

“PRECE
Senhor, a noite veio e a alma é vil.
Tanta foi a tormenta e a vontade!
Restam-nos hoje, no silêncio hostil,
O mar universal e a saudade. (…)”

Lido em português.

Carlos Drummond de Andrade

August 16, 1990

Carlos Drummonde de Andrade é um dos maiores poetas do Brasil, juntamente com o meu pai, lógico :c) Tenho dois livros do Drummond, “Amar se aprende amando” ( outubro de 1985) e “O Corpo” (setembro de 1986), além de uma coletânea chamada “Nova Reunião” (agosto de 1990), presente do meu pai. Mais uma vez, não sei o que dizer sobre Drummond. Acho que falar de poesia pra mim é meio complicado… Mas adoro o lirismo de Drummond, adoro.

Lidos em português.

"A sangue frio"

August 12, 1990

Livraço de Truman Capote, que li emprestado pelo meu pai. O livro é uma reportagem exemplar, sobre um assassinato acontecido na cidade de Holcomb, em Kansas, EUA, no meio de novembro de 1959. O livro inteiro é eletrizante, cru, direto, perfeito. Agora, relembrando, me pergunto por quê eu nunca mais li nada de Truman Capote. Vale a pena. Fantástico.

Lido em português.