"Tisdagarna med Morrie"

January 29, 2004

História verdadeira (o que por si só já é bacana). Morrie Schwartz era o professor favorito, mentor e amigo de Mitch Allbom. No dia do exame final, Mitch promete manter contato com o velho professor de sociologia, o que naturalmente não faz. Vinte anos depois, Mitch vê Morrie na TV e fica sabendo que ele está morrendo. Ele decide, então, visitar Morrie todas as terças-feiras, exatamente como durante os anos de estudos. Os dois conversam sobre amor, casamento, emoções, perdão, saudade e morte. Muito delicado e, como disse no início, fica ainda mais legal sabendo que a história realmente aconteceu.

Lido em sueco.

Advertisements

"The King of Torts"

January 29, 2004

Olha ele aqui de novo. Mais John Grisham na veia. Clay Carter, procurador público em Washington DC, acaba virando advogado de verdade (ou quase) quando se mete num caso contra uma multinacional do ramo farmacêutico. No caminho, um possível settlement, o que pode deixá-lo cheio da grana. Um daqueles livros pra se devorar num fim-de-semana chuvoso.

Lido em inglês.

"Yttersta Domen"

January 11, 2004

P.D James em mais um Adam Dalgliesh romance criminal. Na verdade, nunca tinha lido nada dela, apesar de sempre ter sido curiosa porque sabia da mistura de temas católicos com assassinatos misteriosos. Acho que esses dois ingredientes funcionam muito bem juntos (Umberto Eco que o diga). Mas, voltando ao livro, a história se desenrola no seminário de St Anselm, na costa norte da Inglaterra. Dalgliesh costumava passar verões no local (uhmmm, férias de verão num seminário… hur kul är det?) e é chamado pra resolver mais um crime. Muito bom, apesar do livro ser como o clima inglês: cinzento do início ao fim.

Lido em sueco.

"How to Be Good"

January 5, 2004

O último que li do Nick Hornby, já aqui na Suécia. O que dizer? Odd book, odd, odd, odd.. Katie Carr é médica e, por causa disso, a parte “boa” do casal que faz com David, um homem irritadíssimo. Essa “vantagem” dá a Katie o privilégio de ter um caso fora do casamento e de fazer outras tantas malvadezas. Mas quando o marido fica bonzinho de uma hora pra outra, o mundo de Katie acaba de funcionar. So so.

Lido em inglês.