O livro de Anna Kåver, lancado junto com o de Åsa Nilssone abaixo, tem um título sugestivo: “Viva uma vida, não ganhe uma guerra”. O livro todo é sobre aceitação. Aceitação do que não podemos mudar, dos nossas próprios problemas e da injustiça geral do mundo. A aceitação, escreve a autora, não quer dizer paralisia, muito pelo contrário, aliás. Aceitação quer dizer a descoberta de novos caminhos pra melhorar sua situação. Muito bom (Mas o da Åsa Nilssone é melhor).

Lido em sueco.

O livro de Åsa Nilsonne, cujo título traduzido ficaria algo como “Quem decide sobre a sua vida?” tem como subtítulo “sobre presença consciente”, que é uma tradução ao pé da letra do inglês “mindfulness”, ou seja a possibilidade de se concentrar intensamente em tudo o que se faz. Muito interessante o livro. Gostei principalmente de como podemos reduzir a ansiedade e entrar num estado de relaxamento quando se reduz a “janela de tempo” em que nos concentramos. Quer dizer, em vez de ficar pensando no que deu errado no passado e no que pode dar errado no futuro nos concentramos no presente apenas. Bacana.

Lido em sueco.