“Ett eget rum”

August 18, 2016

Mais uma obra feminista! Já li Virginia Woolf antes, “Mrs. Dolloway” e gostei muito. Mas às vezes os textos de Virginia Woolf são complicados, as frases compridíssimas, as idéias complicadas. A leitura pede concentracão completa, o que eu nem sempre consigo oferecer. Mas esse aqui, cujo título no original é “A room of one’s own”, vale a pena se esforcar. Não é ficcão – ou pelo menos não completamente – é um discurso que Virginia Woolf fez na década de 1920 num dos colleges em Oxbridge, sobre mulheres e literatura. É fascinante. Ela faz um meta-texto e conta como foi difícil fazer pesquisa sobre o assunto já que as mulheres, por exemplo no século XVIII, não podiam escrever porque não tinham tempo por trabalhar demais em casa, cuidar de todas as criancas, ou não tinham dinheiro porque não tinham direito de trabalhor ou, quando trabalhavam, não recebiam salários, que iam direto para seus maridos etc etc. A teoria dela – com a qual eu concordo – é que para que as mulheres possam escrever de forma livre e criativa, elas precisariam de uma renda fixa (“500 libras por ano”, em valores da época) e um quarto/sala onde pudessem se trancar, sem ninguém batendo na porta e interrompendo. O texto foi publicado pela primeira vez em 1929. Ah, Virginia, se você soubesse que o mundo mudou desde então, mas que muitas mulheres ainda vivem impossibilitadas de terem a room of one’s own.

Lido em sueco.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: