“Mor gifter sig”

March 19, 2015

O primeiro da autora sueca Moa Martinsson que li. O título pode ser traduzido para o português como “Mãe se casa”. A protagonista, Mia Stenman, uma menina de mais ou menos 7 anos (não lembro direito), narra em primeira pessoa suas aventuras com a mãe, Hedvig, numa Suécia onde fome e pobreza é regra. Mia passa fome, é deixada sozinha pela mãe porque ela precisa trabalhar. Quando a mãe se casa (Mia é filha concebida fora do casamento), as coisas, que poderiam melhorar, pioram. O padrastro bebe muito álcool e não consegue manter um trabalho. A pequena família se muda muito. A mãe fica grávida e os bebês nunca sobrevivem. Mas o mais fascinante é que tudo isso é contado através da perspectiva de uma menina de 6, 7 anos. A linguagem é fascinante, sueca da gema, simples, direta. Gostei de saber também sobre a autora, Moa Martinsson, nascida no final do século dezenove e que já era feminista desde então. Esse livro foi publicado na Suécia em 1936. Adorei!

Lido em sueco.

Advertisements

One Response to ““Mor gifter sig””


  1. […] sueca Moa Martinsson que leio e o segundo da trilogia sobre Mia Stenman – o primeiro que li foi “Mor gifter sig”. Gostei muito desse também. Mia, agora um pouco mais velha (mais ou menos 9 anos), é dama de […]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: