“Hypnotisören”

December 6, 2010

O livro de Lars Kepler, pseudônimo adotado pelo casal de escritores Alexandra e Alexandre Ahndoril, fez sucesso aqui na Suécia no ano passado. Falou-se muito da qualidade desse romance policial, uma especialidade sueca, aliás. Eu resisti, assim como faço todas as vezes em que um livro é objeto de resenhas unânimes. Mas aí, resolvi apostar que seria algo melhor do que simplesmente trash. Perdi a aposta. Achei o livro brutal e, paradoxalmente, chato. Duas histórias – um assassino em série de 14 anos de idade e o hipnotizador do título – concorrem uma com a outra, talvez reflexo de um livro escrito à quatro mãos? Li tudo; o livro é às vezes interessante, mas descamba rapidamente pra chatice. Dou nota dois por que hoje é domingo e eu estou de bom humor.

Lido em sueco.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: