Clarice Lispector e seus livros

February 24, 1990

Sou maluca por Clarice Lispector. Comecei a ler seus romances, seus livros de crônicas e que tais quando ainda era uma adolescente e encontrei na prosa dela a voz da minha alma. Esse livro da imagem, “Uma Aprendizagem ou o Livros dos Prazeres” é um dos meus preferidos de todos os tempos. Lóri, a protagonista, se apaixona por Ulisses, mas precisa aprender a viver apesar dessa paixão. Ela precisa aprender a “ser”. O livro é ma-ra-vi-lho-so. Li muitos outros livros da Clarice, a saber: “A Via Crucis do Corpo” (em março de 1990), “Perto do Coração Selvagem” (em junho de 1989), “A Paixão Segundo GH” (em março de 1990) e ainda “Laços de Família” (em dezembro de 2001), presente do papai. Recomendo todos. Clarice faz bem pra alma.

Lidos em português.

5 Responses to “Clarice Lispector e seus livros”

  1. Sam Says:

    Sem querer ser polêmica, não gostei muito de nada dela. Li alguns de seus livros porque eram exigidos pelo currículo escolar, mas acredito que se não fosse obrigatório, não teria terminado de ler nenhum… Nesse ponto, nada temos em comum. De certa forma é bom, opiniões diferentes, visões diferentes, novas conclusões pra humanidade. Viva as diferente opiniões, não é mesmo???

  2. Daniele Says:

    Oi Maria, adorei a idéia do seu blog e concordo com vc, a Clarice faz bem pra alma. Eu não li ainda “Uma aprendizagem…”, mas acho sensacional tudo o que eu li dela. Eu amo os contos e as crônicas, que li primeiro, mas a impressão que tive foi que é preciso ler “Perto do coração…” antes pra compreender e aproveitar mais a Clarice. “Amor” deve ser um dos contos mais lindos já escritos.
    Beijos.

  3. Maria Fabriani Says:

    sam, de repente o problema foi esse: você foi obrigada a ler Clarice, o que é uma pena. Ela é uma escritora que demanda que tenhamos tempo para ler todas as entrelinhas, as mensagens debaixo da palavra escrita. E isso, tenho a impressão, além de tempo, demanda maturidade. Tente novamente. Tenho a impressão que você vai gostar.

    Legal, daniele! Clarice é o máximo mesmo. Tudo de bom!

  4. Anonymous Says:

    Clarice Lispector jamais será entendida pela massa,mas sim vivida pelos fortes de espírito… sua escrita é vida pura…teve compaixão dos fracos e foi-é alta demais.Difícil não copiar seu modo de ser dépois de encontra-la dentro de nós…somos um pouquinho dela também.
    Tá desconexo pra muitos mais uem existe de verdade (ou de mentira)rsrs se identificará com minhas palavras.

  5. Roberto Viana Santos Says:

    Sou militar, amante de História a que me dediquei formalmente a partir de 2007, ao fazer uma sonhada pós-graduação, já aposentado. Soube hoje, hoje mesmo, que Clarice alistou-se e cuidou dos nossos caídos na 2ª Guerra Mundial, como enfermeira. Como isto não é divulgado gente!? É uma vertente inexplorada da sua trajetória riquíssima, uma experiência de vida e de morte que deve tê-la marcado e sobre a qual, como muitos praçinhas, ela não deve ter querido falar


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: